22/05/2011

Depoimento da Professora Amanda Gurgel

Depoimento da professora Amanda Gurgel sobre a situação da Educação no Brasil.

http://www.youtube.com/watch?v=yFkt0O7lceA&feature=player_embedded

15/05/2011

Vídeo da Aula Inaugural do Pró-Letramento

Bom dia !!!

Vídeo da Aula Inaugural do Pró-Letramento com a leitura fruição: "Crônica - Segunda-feira" da Adriana Falcão e apresentação da estrutura do Pró-Letramento.

Abraços
Patrícia

http://www.youtube.com/watch?v=tmvqOdmQtmw

Mário Prata fala da importância da leitura por prazer e defende a sua prática nas escolas.

Eventos do Salão do Livro - 2011
Posted by Picasa

Aula Inaugural do Pró-Letramento


Aula inaugural do Pró-Letramento, em 21 de março de 2011, no CME Adamastor.
Posted by Picasa

Tutora Izabel lendo poesias no Banquete Literário
Abril de 2011
Posted by Picasa


Banquete Literário.. abril de 2011
Participação da Turma 4 do Pró-Letramento de Alfabetização e Linguagem
Posted by Picasa

06/05/2011

Ler é tudo de bom !!!!!

Ler é tudo de bom!!


A leitura forma repertório para que as crianças, os jovens e os adultos sejam produtores de textos, possam divertir-se, aprender....

Como diz Tatiana Belinky: “ O desenvolvimento do gosto pela leitura se dá mais efetivamente a partir de uma aproximação afetiva e significativa com os livros. As crianças precisam vivenciar na escola e em casa ( através de empréstimos de livros feitos pelos professores) experiências ricas com a leitura para que possam em sua formação de leitores, recorrer aos livros como fonte de informação, instrumento de aprendizagem e forma de lazer.

É necessário que o professor escolha e leia bons livros, de bons autores para seus alunos. Ao ler para as crianças, o professor ensina como se faz para ler. Após a leitura, o livro deve ser disponibilizado para as crianças para que ela mesma descubra o prazer de ler, reler o texto que a emocionou, ou com o qual aprendeu ou sentiu medo ou chorou ou se encantou com a poesia. O professor leitor, que lê livros para seus alunos em voz alta, ensina a desenvolver estratégias para ler textos de diferentes tipos e gêneros, instalando na escola, não só na sala de aula, um clima de leitura, que se estende para as casas, envolvendo não só os alunos e professores, mas a escola toda e a família, num verdadeiro clube de leitores.

É necessário que as crianças emprestem os livros para lerem, ensaiem as leituras para os colegas da sala e de outras salas de aula, para os familiares, e sejam valorizadas pelas pessoas que ouvem suas leituras.

É importante que o acervo de livros esteja disponível para que os leitores sintam vontade de manuseá-los.

É importante ler para as crianças os livros que elas escolheram, mas também os escolhidos pelo professor, que tem mais experiência com a literatura.

Incentivar as crianças a lerem e indicarem oralmente ou por escrito os livros que leram, propor que façam resenhas de livros para expor no mural, ler para elas contos de assombração, histórias antigas, de suspense, emprestar livros de artes, de poesia, de letras de música, atlas geográficos ou históricos, de regras de jogos e de brincadeiras, mostrar o local onde encontrá-los para que tenham autonomia na escolha e tenham prazer de ler é assim, penso eu, que se forma um leitor competente.

Para se conseguir uma distribuição equilibrada de conhecimento, para produzir em todos e em cada um uma posição crítica frente à pressão dos meios de comunicação, para se tornar letrado, é imprescindivel criar condições que permitam às crianças, jovens e adultos atuar como letrados desde o início da escolarização.

A escola tem o dever de criar condições para que todos ingressem no mundo letrado e não somente nas primeiras letras.



Izabel Moreira da Silva Souza – 11/12/2009